A Mitoludens dedica-se à projetos e pesquisas interdisciplinares, tendo como foco principal o teatro e os estudos mitológicos sob o olhar da psicologia arquetípica (James Hillman e colaboradores), em seus vários desdobramentos.

Os mitos são os que melhor representam os arquétipos, e os arquétipos são nossos parceiros reflexivos de alma. Acessamos o fantástico mundus imaginalis e archetypus. Revisando nossas origens ocidentais através da mitologia, temos uma compreensão mais profunda e criativa  para com nossos grandes desafios atuais, tanto pessoais quanto globais. Nesta visão se reconhece que não só os humanos, mas toda a natureza e cada coisa no mundo tem alma. Ou seja, o mundo tem alma – anima mundi! Esta visão ecológica inclui o “cuidar” e o “cultivo da alma” neste mundo, nossa morada.

Cultura + Natureza = Celebração da Vida!

O teatro, do grego théatron, que deriva-se de theaomai, significa olhar com atenção para uma experiência intensa, envolvente e meditativa na busca de pertencimento. Uma visão, onde paradoxos e ambiguidades são condensadas em tempos individuais e coletivos. A hipótese de sua origem dá-se com rituais e com os contadores de estórias por volta de 80.000 anos a.C. A primeira teorização sobre teatro no mundo ocidental veio dos antigos gregos. A base que a Mitoludens trabalha, busca justamente um teatro ritualístico e performático com o trabalho psicofísico e na confrontação do intelecto e instinto, pensamento e sensação, trabalhando o corpo para responder aos impulsos psíquicos através da imaginação. As inspirações vêm de várias fontes. Atualmente, a Mitoludens mantém parceria com Enrique Pardo, diretor do Panthèâtre (França), desenvolvendo suas próprias técnicas e inspirações de James Hillman.

Alguns pensadores/artistas que nos são preciosos: Carl Gustav Jung, James Hillman, Joseph Campbell, Rafael Lopez-Pedraza, Enrique Pardo, Guilherme Vaz, Marion Woodman, Christine Downing, Ginette Paris, David Miller, Stephen Aizenstat, Antonin Artaud, Maya Deren, Kazuo Ohno, Pina Bausch, René Magritte, Marc Chagall, Ariane Mnouchkine, Jelaluddin Rumi, Shams-ud-din Hafiz, Keith Jarret, Gabrielle Roth, Cora Coralina, Nise da Silveira, Cecília Meireles, Clarice Lispector, Lygia Pape, Guimarães Rosa, Sérgio Bernardes, Povo Kayapó e tantos outros artistas e colaboradores do pensamento e corpo arquetípico. À todos brasileiros, poetas da alma, professores, parceiros, colegas, criadores, atores-atrizes-diretores-produtores, gratidão!

Oferecemos cursos, workshops, oficinas, mesas redondas, produções culturais e viagem cultural com aulas de mitologia nos sítios arqueológicos na Grécia. Os sonhos, a alquimia, as cores, a poesia, o teatro-dança, o cinema, a música, aromas e sabores, nos são fundamentais.

Contamos com a parceria da Joseph Campbell Foundation e colaboradores ao longo da jornada.